Início Comics Trabalhe sendo um mangaká!

Trabalhe sendo um mangaká!

859
0

Ser um mangaká não é tarefa fácil! 

É difícil precisar a produção de mangás, mas sabe-se que os quadrinhos representam cerca de 40% do que é impresso no Japão e em 2016 movimentaram mais de 4 bilhões de dólares – é o maior mercado do mundo, com cerca de 750 milhões de exemplares vendidos.

Os maiores mercados estrangeiros para os mangás são os EUA (mais de 200 milhões de dólares em vendas), França e Alemanha.

A produção de animes também é extraordinária: a cada ano, os 400 estúdios de animação japoneses produzem mais de 2 500 episódios, numa indústria que movimenta mais de 1 bilhão de dólares.

Cada mangaká no Japão cria a sua rotina, mas só para termos uma ideia, confira abaixo o calendário da maioria deles!

Como se destacar criando uma boa história?

O professor de desenho Luiz Pereira leciona workshops de desenho realista, Comics e Mangá. No final do curso, dependendo do nível do formando, ele convida a trabalhar um mangá ou Comics de forma completa, desde a sua concepção dos rascunhos e roteiros até a sua artefinal, direcionando todo o projeto para uma publicação independente.

As histórias em mangá costumam ser publicadas capítulo a capítulo, em almanaques de até 500 páginas (geralmente em papel reciclado), com cerca de 20 séries diferentes e periodicidade semanal ou mensal.

O projeto feito em conjunto com o professor Luiz Pereira, não terá tantas páginas, pois irá depender da história e disposição do formando para a produção do mesmo.

E após o projeto concluído?

Depois que o mangá for publicado ou editado em formato de webcomics, os participantes do projeto (tanto argumentista como desenhista) devem divulgar seus trabalhos:

  • Em redes sociais: quanto mais redes o seu mangá tiver, mais chances de ser conhecido e comentado. Busque sempre publicar algo da sua obra, assim ela não será esquecida facilmente.
  • Buscar patrocínios: uma boa ideia é utilizar as plataformas de financiamento coletivo. Isso ajuda na parte financeira e ainda mostra com detalhes todo o processo de trabalho para os leitores. E ainda pode criar brindes relativo ao seu mangá!
  • Participar de eventos: procure fazer parte da seção artistas Alley de todos os eventos do tema (apesar que os eventos estão escassos hoje em dia devido ao problema do Covid). Participar de eventos é a forma de divulgação mais importante do processo pois o autor se aproxima mais do seu público alvo e ainda pode explicar do que se trata a sua história.

E outra coisa: não fique só no mangá! O projeto pode evoluir e os personagens da sua história podem partir para a confecção de miniaturas em impressão 3D, Boardgames, animação, vídeo jogos…

Se você curte desenhar e espera um dia ganhar dinheiro com isso, comece a tirar o seu projeto do papel! Todos os sábados, Luiz Pereira oferece workshops de Realismo, Comics e Mangá no seu estúdio na loja Imaginação das Cores em Benfica, Lisboa. A didática por etapas revela conceitos sobre anatomia humana, paisagens e perspectiva, estudos de animais e como construir um bom roteiro, tanto para HQ, como para cinema, TV ou voltado para a literatura! Tudo isso e ainda com dicas de como fazer uma ilustração digital ou ideias voltadas ao mercado internacional! Visite o estúdio, sempre aos sábados, converse sobre o seu projeto ou envie um e-mail para luizkr@hotmail.com

Confira alguns de seus trabalhos a venda:

Trindade, Uma Jornada Além da Morte

Barbara Completo

BD Lorena completo